segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Vamos falar sobre azeitonas..


Já pensei em não mais escrever em blog´s. Por não ter tempo de postar, por não ter tempo de ler, e, às vezes, por ver pessoas se degladiando em comentários, ou por postarem algo como sendo “verdade absoluta”.

Algumas fazendo brincadeiras, por vezes maldosas umas com as outras, mas com elas não se pode brincar que lá vem uma reposta para lá de ofensiva… como no jardim da infância lembra? Tem sempre aquele que gosta de atacar os demais mas não admite ser atacado. Normalmente é um mecanismo de desefa de pessoas inseguras, mas deixemos esse assunto para outro dia. Hoje eu vim falar sobre as azeitonas.

Como todo mundo sabe temos azeitonas verdes e azeitonas pretas. Eu mesma soube, não faz muito tempo, de que as duas espécies são na realidade uma só.
Sim, para você que nunca sequer pensou ou pesquisou sobre isso, não existem dois tipos de azeitonas, uma verde e uma preta.
As azeitonas pretas são as verdes quando estão maduras!
Incrível não é mesmo? Eu achei.

Eu prefiro as verdes, se possível chilenas ou argentinas, grandes, suculentas e sem caroço. Gosto com a salada, com macarrão, no lanche com pão e requeijão, simplesmente adoro azeitonas!

Azeitonas verdes!

Eu não gosto das azeitonas pretas. Acho o sabor muito forte, não gosto da consistência, do fato de desmancharem na boca.
A minha mãe prefere as pretas pelo mesmo motivo de eu não gostar.

Quando escrevemos sobre alguma coisa, naturalmente vamos escrever segundo o nosso “paladar”.
Assim como uma pessoa pode ter amado um livro ou filme, outra pode tê-lo odiado pelos mesmos motivos.

Tem uma frase que diz assim: “Só se pode discutir com alguém que tenha a mesma opinião que a sua.”

Duas pessoas podem gostar do mesmo filme, uma mais de determinada passagem,outra de outra. E podem tranquilamente conversar a respeito. Agora, se as opiniões são absolutamente opostas, não vale a pena.

Opiniões completamente divergentes levam a discussões que normalmente terminam em brigas, que não levará a lugar algum, pois nenhuma das pessoas envolvidas sequer ouviu as colocações do outro, sequer prestou atenção ou pensou a respeito. Não a aceitam e pronto!
Acredite, é um desperdício de tempo e energia que não vale a pena.

Todos têm o direito de escrever e expressar suas opiniões sobre o que bem entenderem, assim como de concordar ou discordar do assunto.Inclusive esse!
Tem o direito de ler ou não, de comentar ou não, mas de “impor” sua opinião..ah, isso não!

Temos variedades de azeitonas de marcas e tamanhos diferentes além das verdes e das pretas, deixemos portanto, cada um com a sua azeitona.

(Juliana Toro – Método DeRose Mont´Serrat - RS)

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Entrevista do escritor DeRose a Tv Estadão

Uma das entrevistas mais fantásticas que eu já pude assistir, realmente vale a pena.

video

domingo, 22 de agosto de 2010

Como o Yôga atua nos chakras e por quê os vegetais não sofrem.


“A resposta está no quadro acima, no qual demonstramos, pela primeira vez na literatura mundial especializada, que a cada veículo do ser humano corresponde a uma técnica do Yôga. Também, pela primeira vez em livro, ensinamos que a cada técnica do Yôga corresponde reflexivamente a um chakra. Isso significa que ao executar tal técnica, o chakra respectivo é estimulado e, em contrapartida, ao trabalhar um chakra obtemos uma resposta de interação no veículo correlativo e no nível de consciência que lhe corresponde, segundo o quadro comparativo do Yôga de Pátañjali com os veículos de manifestação do ser-humano, seus chakras e estágios evolutivos, que expomos a seguir.

Assim, podemos perceber que praticando dháraná e utilizando o bíjá HAM, estimulamos o vishuddha chakra, o qual contribui para o desenvolvimento do corpo mental (concreto e abstrato) o que, por sua vez, nos aprimora no nível de lucidez que convencionou-se denominar consciente. A consciência mental é característica de uma espécie chamada homo sapiens.

Esses bíjá mantras são fortíssimos,por isso não é recomendado que se pratique sem a supervisão de um Instrutor formado,pronunciado de forma errada tem seu resultado de forma inesperada trazendo riscos para a saúde.Pratique sempre com a supervisão do seu Instrutor.

Abaixo do consciente está o subconsciente que, conforme vemos no gráfico, corresponde ao emocional e é característica dos animais chamados irracionais.
Ao contrário do que algumas pessoas imaginam,os ‘animais’ são capazes muito mais capazes de responder a estados emocionais do que a comandos racionais.Por exemplo,se o seu “dono”corre qualquer tipo de perigo o cachorro o sente e pode atacar mesmo sem ter recebido o comando para isso.Ele sente as intensões das pessoas ao redor e sabe quando você esta triste sem precisar entender o que você diz.Da mesma forma,qualquer outro animal também é capaz de sentir,desde um cangurú,até uma vaca ou um porco.Eles vão lhe responder se você os tratar com carinho,como também podem sentir se a sua intenção é de lhes causar mal.”

Vou contar um episódio que aconteceu comigo; um amigo ia adotar um filhote no Centro de Zoonoses de São Paulo,também conhecido como “carrocinha”.Chegando lá dentro nos perdemos pelos labirintos e chegamos a uma fileira de gaiolas aonde os cãezinhos nos olhavam aterrorizados, ganiam e se jogavam de encontro as grades, como a nos implorar socorro.Ficamos ambos chocados com a reação dos cachorros quando uma funcionária apareceu nos dizendo que estávamos no lugar errado.Aquele era o corredor dos animais que não conseguiram ser adotados e seriam sacrificados.

Cachorros e gatos estão mais próximos a nós, é mais fácil de imaginar não é mesmo?
A vaca sente igual, o porco sente igual e eles tem a mesma reação.Os mesmos olhares suplicantes, o mesmo desespero.
Se não temos o poder de dar a vida, porque nos achamos no direito de decretar a morte a outro ser?

“Num plano ainda inferior ao sub está o inconsciente, isto é, aquele que não tem consciência alguma, nem mesmo emocional, pois só possui o corpo físico. Embora tenha ocorrido uma coincidência de vocabulário, este inconsciente – a princípio – não tem nada a ver com o mesmo termo utilizado na psicologia.
Aqui é aplicado para indicar que não tem consciência alguma. No entanto, é no mínimo curioso considerar que em algum momento os dois conceitos se aproximam.

O inconsciente a que nos referimos, nos animais expressa o instinto, ou seja, o conhecimento-sem-conhecimento que jaz no ADN e é transmitido de um animal para o outro por via hereditária. O bicho não tem consciência discriminatória do que faz, mas faz.
Por exemplo,quando os filhotes sabem que devem mamar, sabem como fazê-lo e sabem onde está a teta da mãe. Sabem que devem esconder-se dos predadores enquanto são indefesos, sem que ninguém lhes tenha ensinado isso. Talvez por esse motivo a maioria dos filhotes de homo sapiens tenha “acanhamento” com estranhos e, quando pequenos, escondam-se na presença de pessoas que não conheçam. Mas… quem os ensinou a fazer isso? ”

Como podemos ver no quadro, os vegetais estão abaixo desta linha, portanto eles, ao contrário dos animais, não possuem corpo emocional e sim fisíco energético.Por isso respondem a estímulos energéticos, por isso é possível passar Reiki a uma plantinha doente, ou interagir com seu nivel energético vibratório, porém ela não ficará deprimida se você passar um mês fora de casa ou por dá-la de presente para alguém, do mesmo jeito que uma maça não irá gritar ao ver sua imã sendo devorada por um passarinho.A plantação de milho não descarregada adrenalina em suas espigas enquanto essas estão sendo colhidas.

Como já vimos no subtítulo Níveis de consciência, acima do consciente está o superconsciente, um nível de lucidez que não utiliza mais o aparato mental, portanto, não aplica a lógica, o intelecto, as vias comuns de comunicação do conhecimento.Esse canal é conhecido como intuição.

Quem galga tal patamar de consciência tem acesso a um manancial de “conhecimento direto” que transcende qualquer vã filosofia.
Esse nível é alcançado com a técnica denominada meditação e pela ativação do ájña chakra.

Finalmente, ultrapassando o nível intuicional, ou superconsciente, eclodimos a hiperconsciência mediante a técnica denominada samádhi, desencadeada pelo sahásrara chakra.
Essa é a meta do Yôga Antigo e de qualquer Yôga legítimo: ampliar a consciência até a dimensão de uma megalucidez, a qual conduza ao autoconhecimento.

(Juliana Toro -baseado no livro "Corpos do Homem e planos do universo -Mestre DeRose)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Festivais - Festa da egrégora


Para quem já é da Rede Agosto temos o DeRose Festival São Paulo!

Para quem não conhece vou explicar, quando você torna-se aluno de uma de nossas Unidades você esta participando então de nossa grande família sendo incorporado a Rede.Sendo aluno praticante do Método, ou seja, estando no grau de Sádhaka(se você ainda não passou para o grau de sádhaka, aqui ao lado do site disponibilizei o questionário que deve ser respondido, depois você entrega para um Instrutor da sua Unidade.) você pode participar de nossos incríveis festivais. =D Temos vários durante o ano e agora em Agosto será o de São Paulo.

Nestes festivais, que duram 3 dias, temos cursos, oficinas, workshop´s, música, apresentação de coreografia, apresentação de bandas, festas e muito muito mais..
Fiquei por dentro do calendário e increva-se sempre em sua própria Unidade.

Como é bom participar de tudo isso!

Saiba mais sobre o DeRose Festival de São Paulo.

sábado, 14 de agosto de 2010

A importância da pronúncia correta do sañscrito.



É importante pronunciar corretamente os termos em sãnscrito dentro e fora das aulas também!

A pronúncia correta é mandala, a sílaba tônica é a que esta em negrito, apesar de não ser acentuada.

Compre o CD – Sânscrito – Treinamento e Pronúncia e treine em casa, ou baixe aqui.

domingo, 8 de agosto de 2010

Dia dos pais, churrasco e receitas.



Ah, as datas festivas!Comerciais ou não, não se pode deixar de comparecer a esses eventos.O grande problema das grandes famílias é resolver tudo com CHURRASCO!
Para quem é vegetariano sabe do que estou falando...o que comer?!

Trouxe algumas receitas que podem resolver seus problemas, mas já vou avisar que é melhor fazer em dobro, porque todo mundo vai querer experimentar!;)

ABOBRINHA
Corte fatias de abobrinha em comprimento ou em rodelas. Passe um pouco de sal, azeite e algumas ervas aromáticas a sua escolha e grelhe por alguns minutos.

Uma outra opção para a abobrinha, é fazer uma salada um dia antes do churrasco: corte-a em rodelas, cozinhe no vapor, tempere com sal, azeite e pimenta do reino e deixe marinar de um dia para o outro.


Berinjela

Corte fatias de berinjela em comprimento ou em rodelas. Passe um pouco de sal, azeite e algumas ervas aromáticas a sua escolha e grelhe por alguns minutos.


Cebola

Corte a cebola ao meio, tempere com azeite, sal e pimenta do reino. Embrulhe em papel alumínio e deixe sob que a grelha até estar macia.


Batata

Ingredientes:
* Batatas novas (de casca fina e bem limpinha)
* Azeite
* Orégãos
* Sal

Modo de Preparo:
Cozinha as batatas em água e sal com casca "al dente"; nada de batatas cozidas demais, como para puré.
Depois de cozidas e ainda quentes, corta as batatas ao meio, no sentido do comprimento, e rega com bastante azeite. Polvilha com orégãos a gosto, cobre e deixa as batatas descansarem para absorverem o azeite e o gosto do orégão.
Coloca as batatas para assar numa grelha, na churrasqueira, até que fiquem bem douradas, dos dois lados. (Não é para retirar a casca da batata, pois depois de assada, ficam crocantes).

Espeto de Cogumelos

Ingredientes:
* 400g de cogumelos frescos
* 2 limões
* 1dl de azeite
* 1 ramo de salsa
* 1 ramo de cebolinho fresco
* Sal
* Pimenta preta moída

Modo de Preparo:
Tempera os cogumelos lavados e sem pé com o sumo dos limões, o azeite, o sal e a pimenta e deixa marinar durante 15 minutos. Pica a salsa juntamente com o cebolinho, escorre os cogumelos e coloca cinco em cada espeto. Grelha-os, virando-os de vez em quando. Passa-os pela mistura de salsa e cebolinho e serve de seguida.
Acompanha com arroz ou batata assada e uma colorida salada.


ABACAXI
Corte-o em rodelas, salpique canela e coloque na grelha para assar.


Não se esqueça de uma boa maionese, pão de alho e espetinho de queijo coalho. =)

Agora, se aquele seu tio metido a comediante vier pegar no seu pé e tentar te fazer comer uma picanha você pode rebater com:


as brincadeirinhas que a boa educação não me deixam fazer:

-então, como será que esse boizinho morreu?Será que marretaram a cabeça dele até que o cérebro virasse uma pasta?ou cortaram a garganta dele até q ele morresse sem
sangue?
Vc sabia que eles penduram aqueles animais enormes,de não sei quantas toneladas pelos tornozelos? é sim,todos os músculos dele se arrebentam e as pernas se quebram...heim? ah,não,não,ele ainda esta vivo durante esse processo.As vezes eles arrancam o couro com ele vivo,resistentes os bichinhos né? Bom apetite! =)

No mais seja educado, cada um tem o direito de levar a vida que acha melhor para sí.Sorria e não responda as provocações.

E um bom churrasco! =D

sábado, 7 de agosto de 2010

Para o final de semana Pancakes do Chilly Willie! =D

video

Ficou com vontade de comer as panquecas tanto quanto o pequeno Chilly Willie?

Vá para a cozinha! =D

Pancakes -

Ingredientes:

* 2 ovos levemente batidos
* 2 colheres de sopa de manteiga derretida
* 1 xícara de chá de leite
* 1 xícara e 1/4 de chá de farinha de trigo
* 1 colher de sopa de açúcar
* 3 colheres de chá de fermento em pó
* pitada de sal
* óleo para untar


Parte 01
Junte todos os ingredientes secos.

Parte 02
Em outro recipiente, junte os ingredientes restantes. (lembrando que o ovo deve ser previamente levemente batido e a manteiga deve estar derretida).

Acrescente a parte 01 à parte 02. Misture manualmente, não bata demais. A massa precisa ficar macia, e não líquida em demasia.

Em uma frigideira untada de óleo e quente, coloque um pouco de massa. (untada e não com óleo. se possível, unte com pincel culinário)

Deve ficar meio grossa, e não como nas panquecas salgadas. Lembre-se que é para ficar como fosse um pãozinho.

Frite em fogo baixo, para que os dois lados fiquem dourados. Vire apenas quando o lado de baixo começar a perder a característica de massa crua. A primeira virada, use espátula, pois em cima a panqueca ainda estará crua. Depois, pode virar a panqueca como o habitual. (a coisa mais legal em fazer panqueca, é virar panqueca!)

A panqueca está pronta quando bem frita dos dois lados, para não ficar crua no centro.

Sugestões para cobertura:

Nos Estados Unidos, as panquecas são servidas em geral com uma cobertura chamada 'Maple Suryp' que seria, nada mais nada menos que 'Xarope de Bordo' (aquela árvore bonita que a folha está na bandeira do Canadá). Essa cobertura não existe no mercado nacional, podendo encontrar em algumas importadoras, mas com preços abusivos. (de R$25 à R$50 reais)
Uma boa alternativa está em coberturas de sorvete, de caramelo. Ou mesmo o mel. Que têm uma aparência bem similar ao xarope de Bordo (mas o gosto já não é tão parecido assim).
Outras alternativas são brigadeiro mole, creme de amendoim, geléias (de morango, por exemplo) ou até mesmo manteiga.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Dicas para estudar as questões do Curso Básico - Prova da Federação



Olá queridos! Hoje vamos falar sobre as questões do Curso Básico, que estudamos para a prova da Federação.

Lembrando que eu estou sozinha aqui no Oeste Catarinense, estudo seguindo o seguinte esquema:

a)ler

b)ouvir

c)simulado

d)corrigir

Bom, a primeira coisa é ter o livro Curso Básico de Yôga, você pode encomendá-lo na sua Unidade ou aqui.
Se você esta próximo a uma Unidade procure não faltar nas aulas do Curso Básico, muito menos as aulas de Complementação Pedagógica.Quanto mais você entender sobre as questão melhor e mais fácil será para memorizá-las.

Não deixe de participar dos testes mensais!
Eles são de extrema importância porque vão funcionar para você como um simulado.Você terá tempo estipulado e aquela mesma pequena tensão que temos ao realizar um teste.È uma excelente forma de treinar.Você pode também sugerir para seus amigos de Complementação que você se juntem para realizarem os simulados.Quanto mais melhor.

Lembre-se que é importante que você saiba a respeito do que esta falando caso um leigo lhe faça alguma pergunta, ninguem aqui é papagaio para repetir sem entender certo?

Com o livro em mãos, leia as questões, perguntas e respostas.Procure entendê-las, se não entender do que se trata, estude, pesquise, pergunte ao seu Instrutor.

Se você esta longe de uma Unidade, vá até a sua Unidade o maior número de vezes que puder, lembre-se de que o convivío com a egrégora é de suma importância! Tenha o seu Instrutor no msn, mande e-mails, telefone, converse.Procure ler os livros listados como recomendados e outros de professores de nossa rede.Assista as webclass com o Mestre DeRose!Temos várias disponíveis para download aqui no site da Uni-Yôga e as terças-feiras temos aulas ao vivo! Valorize isso, para quem esta distante é um grande privilégio poder ter esse contato com a egrégora, e de graça! Prestigie, assista. Eu costumo assistir as webclass, todos os dias, são tantos assuntos, mesmo assistindo uma aula repetida acabo vendo um assunto que não tinha visto da outra vez..fora que como me faz bem ver o Mestre, mesmo que seja pela gravação, reconhecer os rostinhos dos Instrutores na aula, cada vez que assisto tenho a sensação de chegar mais pertinho e me sinto menos sozinha.

As aulas vão ajudar a entender as questões do Curso Básico, os livros também são imprescindíveis.

Depois de lidas, eu as ouço.Gravei todas as questões e estou disponibilizando AQUI para quem quiser baixar e ouvir também.Você pode ouvir no carro, no seu i-pod, enfim é mais uma forma de memorizar e me ajuda muito.

Agora é hora de escrever.Lembre-se, na prova o teste é feito a mão e com letra de forma, com o advento dos computadores perdemos um pouco a prática de escrever a mão, então é ótimo que você treine!Estipule o tempo, responda as questões que souber, depois corrija. Corrigir é importante para você saber o quanto sabe e poder reforçar o estudo naquelas questões.

Aqui no blog já estão disponíveis as questões do Curso Básico e em separado só as RP, lembre-se que estas tem que estar exatamente como estão escritas no livro para valerem pontos.

Por enquanto as questões estão disponíveis na mesma ordem que no livro, posteriormente irei postar alguns simulados, com as perguntas embaralhadas, e com o mesmo número de questões que caem na prova da Federação, mais os quadros sinóticos.

IMPORTANTE - Na prova sempre haverá uma pergunta que é chamada de eliminatória, esta pergunta não tem uma resposta padrão, ela deve ser respondida com as suas próprias palavras e deixá-la em branco lhe custa a prova.Ou seja, se não responder a esta questão a sua prova será anulada.

Espero ajudar em alguma coisa.
Boa prova pessoal!
=D

domingo, 1 de agosto de 2010

Para estudar o sorteio de ásanas - dicas de estudo.


Valter executando janurshírshásana

Ásanas, são técnicas corporais belissímas que fazem parte do ashtánga sádhana.Sim, são as posições, chamadas de técnicas bioenergéticas. Ao executar um ásana você esta trabalhando ao mesmo tempo músculos, articulações, glândulas e determinados orgãos internos, dependendo do ásana que estiver executando.Muito ao contrário da ginástica não há repetições nos ásanas, o trabalho é o da permanência.Enquanto você fica no ásana aumenta sua capacidade de localização da consciência, sua mentalização, sua respiração, enfim, é um trabalho muito mais complexo do que simplesmente montar uma posição.Mas, claro, não basta você montar a posição, você tem que fazer isso com intenção, com vontade,em sãnscrito, com bháva.Aí sim, podemos chamar de ásana.

Se ainda não ficou muito claro, um resuminho:

Características do Ásana:

1. Posição corporal
1. Estável
2. Confortável
3. Estética

2. Respiração coordenada
1. Consciente
2. Profunda
3. Ritmada

3. Atitude Interior
1. Localização da consciência
2. Mentalização
3. Bháva

O Marco Carvalho escreveu de forma muito clara sobre ásanas para quem quiser ler mais e tem até uma prática gravada para você fazer em casa.No site tem o contato dele também e você pode marcar uma aula online.Clique aqui.

Para a prova da Federação de Yôga do seu estado, pré-requisito para formar-se Instrutor do Método DeRose serão sorteados 5 ásanas, você devera escrever o nome do primeiro no quadro e executar perfeitamente os 5 para conseguir pontuação.

Você já esta treinando os ásanas em suas aulas diárias e práticas em casa, precisa agora estudá-los. Adquira o livro Técnicas Corporais do Yôga Antigo - Melina Flores.Você pode encomendar em sua Unidade, ou comprar pela internet, aqui e aqui também.

Você pode deixar o livro sempre a mão e ir decorando as posições e seus nomes, para que isso fique mais fácil você pode utilizar o seguinte:

Escreva todos os nomes dos ásanas em papeizinhos, coloque dentro de um recipiente e faça um sorteio, como se fosse de amigo secreto, tirando 5 ásanas.
Sem olhar livro, execute-os.
Depois procure-os no livro para ver se acertou e se tiver que corrigir, corrija executando novamente.

Eu inclu-o meu estudo dos ásanas diariamente fazendo da seguinte forma:

a)Sorteio de 5 ásanas: este sorteio pode ser feito através dos papeizinhos que mencionei ou clicando aqui, e fazendo o sorteio online! Assim, você que ainda tem um trabalho que não seja dentro de uma Unidade, pode treinar seu sorteio de ásanas a qualquer momento, mesmo que não possa executá-los na hora, para não parecer esquisito.Feito o sorteio passemos para a fase dois.

b)escrever: escreva os nomes dos ásanas e pronuncie, é a forma mais fácil de você memorizar e entender a pronúncia.Claro que você esta também utilizando o CD de pronúncia de Sãnscrito né? Ainda não? Você pode adquiri-lo aqui, compra-lo na sua Unidade, ou baixa-lo aqui, você ainda pode ouvir a pronúncia aqui, graças ao Marco novamente.Sem desculpas para não treinar, é importante para que você não pronuncie errado.

c)traduzir: não precisamos traduzir os ásanas em uma aula, mas é interessante que você que será Instrutor conheça os termos sãnscritos.Adquira o livro, Léxico de Yôga Antigo de Lucila Silva, e o carregue sempre com você, se tiver alguma dúvida consulte-o sempre.

d)desenhar: Em várias ocasiões será necessário que você desenhe andromorfos(aqueles bonequinhos que são feitos de risquinhos), por exemplo para quando estiver montando a sua coreografia.Então, que tal treinar agora?
Escreva o nome do ásana e ao lado desenhe o andromorfo.

Andromorfos

e)gravar: Eu tenho maior facilidade para decorar quando escuto.Portanto realizo um trabalho de gravar os nomes das famílias de ásanas e assim poder ouvir a qualquer momento.Você pode fazer o mesmo e gravar com sua voz, eu vou disponibilizar para vocês a minha gravação logo mais.

f)executar: Mãos a obra agora? Observe o ásana no livro e depois o execute da forma mais perfeita que lhe for possivel, se acha que ainda não esta bom, treine mais.Se acha que já esta bom, treine mais.Se você realmente acha que esta perfeito treine mais ainda.É sempre possível melhorar.

Espero que aproveitem as dicas!
Boa prática a todos! =)
beijokas